SEGURANÇA

Apesar da recente invasão de refugiados ilegais albaneses, a Grécia continua sendo considerada um dos países mais seguros da Europa. Até mesmo por sua formação cultural, familiar e religiosa, o povo grego é bastante honesto. Nem por isso, como todo turista e em todo mundo, deve-se relaxar completamente com relação à segurança. Atenção especial deve ser dada em locais muito cheios, como por exemplo, no Monastiraki (mercado das pulgas) em Atenas, em uma manhã de domingo. Nas imediações da Praça Omônia, especialmente à noite, deve-se ter um cuidado redobrado por ser um local aonde se concentram alguns imigrantes ilegais e jovens drogados.

Quase todos os hotéis oferecem cofres a seus clientes e levar valores maiores de dinheiro em cintos por dentro da calça é recomendável em qualquer viagem.

Aconselho fazer um xerox das páginas principais de seu passaporte e carregá-lo em lugar separado do original, ou se estiverem em mais de uma pessoa, cada um levar o xerox do passaporte do outro. Em caso de perda ou roubo, o xerox será útil. 

Nestes 10 anos que tenho ido à Grécia nunca vi um só furto ou assalto. Várias vezes ia nadar, deixando câmeras fotográficas na praia e nunca me aconteceu nada. Deixar um grego sem coomprender nada é comentar um assalto à mão armada. Eles não entendem como o civil pode ter uma arma sem ser caçador. 

A taxa de estupro também é muito pequena, ainda mais se considerarmos o número elevado de mulheres, especialmente escandinavas, viajando sozinhas por ilhas que são uma verdadeira festa e aonde o consumo de álcool é bastante elevado. De toda maneira, mulheres viajando sozinhas devem ter cuidado nestes locais, evitando aceitar carona ou distanciar-se por lugares isolados tarde da noite, ao voltar para seus hotéis, após o fechamento dos bares. 

Em função de, em algumas ilhas, o consumo de bebidas alcoólicas ser exagerado, especial atenção deve ser dada ao dirigir automóveis e motos durante a noite. As estradas, nas ilhas, costumam ser estreitas e, em muitas delas, montanhosas. 

Qualquer acontecimento deve-se comunicar imediatamente à policia local (existe, inclusive, uma polícia própria para o turista) e à embaixada de seu país.

 

Para Dicas de Viagem

Música: Kavala sto Delfini - Giannis Vasiliou